“O marketing e os ginásios” in Jornal Diário de Aveiro de 24/Mar/2016

Hoje decidi falar de dois mundos que conheço bem e que nunca os tinha juntado: o marketing e os ginásios. A título de curiosidade, o meu primeiro contacto com o ginásio foi à cera de 40Kgs atrás (sim, eu era excessivamente magro e queria “inchar”). Com o marketing o meu percurso foi diferente: eu era um homem puramente dos números (um financeiro) e quis entender o lado mais psicológico e mental do mundo empresarial.

Ao nível do marketing para os ginásios, preconizo que ele deve assentar em três pilares chave:

  • Envolvimento da comunidade local
  • Recomendação de clientes
  • Presença web dinâmica

 

Envolvimento da comunidade

A comunidade local desempenha um papel importante. É incontestável que o raio de influência de um ginásio é muito pequeno, ou seja, um indivíduo facilmente faz 60Kms para ir a um centro comercial, mas dificilmente fará 60Kms para ir a um ginásio. Logo aqui, apercebemo-nos da importância do nosso público-natural, ou seja os indivíduos que vivem e trabalham no raio de 20 minutos de carro do ginásio. Como tal, a organização de eventos, nomeadamente competições abertas ao público em geral, que podem ter ou não uma vertente social, são importantes para estabelecer um elo de ligação e de relacionamento com o potencial/atual cliente, e usar a comunicação local para fazer a cobertura do evento só vem potenciar o efeito da ação.

A atividade física em si não é atraente, pois cansa, suja, faz transpirar, etc, mas os seus benefícios e as transformações físicas e psicológicas que a prática desportiva comporta devem ser usadas para promover o ginásio na sua comunidade local. O ginásio não é, nem deve ser um local para a mera prática desportiva, mas sim um local por excelência para um cliente poder mudar a sua própria vida e conceder-lhe outro rumo completamente diferente.

Será ainda interessante, ao nível do “pilar comunidade”, usar figuras chave como nutricionistas, desportistas e líderes de opinião, para credibilizar o ginásio e os seus benefícios (físicos e psicológicos) junto da comunidade local.

 

Recomendação de clientes

É indubitável que o word-of-mouth (passa palavra) é no ginásio o número um dos mecanismos de angariação de clientes. No ginásio esta realidade é mais verdadeira que em qualquer outra área. Um cliente satisfeito, traz consigo vários clientes satisfeitos. O mais interessante é que nem sequer é necessário oferecer nada a um sócio atual do nosso ginásio, para que ele recomende um amigo. Basta apenas que o sócio esteja verdadeiramente satisfeito com o seu ginásio, e para isso é necessário ouvir os nossos sócios, através de um inquérito (semestral) à sua base de sócios.

Pode parecer redundante, este estudo de mercado, mas não o é. Ele pretende conhecer o feedback dos membros do ginásio, acompanhar as tendências do mercado, ouvir sugestões, reclamações, identificar pontos fortes e fracos, identificar ameaças e oportunidades e construir uma comunidade no verdadeiro sentido da palavra (o que em marketing designamos por tribo).

De fato os ginásios acabam por esquecer que o melhor recurso e fonte inesgotável de marketing neste tipo de negócio, são os seus próprios membros. Porquê? Porque todos os membros têm um elo em comum, e esse elo comum é a razão porque realizam determinada prática desportiva.O marketing e os ginásios

 

Presença web dinâmica

A presença na web tem um peso muito forte no sucesso dos ginásios. Construir uma imagem e uma comunidade coesa, feliz, focada e capaz de atingir os seus objetivos, é crucial. Sejam vídeos, conteúdos escritos, ou fotos, todos eles serviram para aumentar o tráfego ao nosso site ou página da rede social, fazendo aumentar o número de prospects (interessados) que podem ou não vir a ser convertidos em clientes.

É importante que o ginásio, produza com regularidade conteúdos web, que os partilhe, que interaja com a sua comunidade, que realize atividades específicas para a comunidade web, que utilize testemunhos de atuais sócios, tudo com o intuito de conseguir passar a mensagem de que são de facto diferentes dos restantes ginásios, porque se comprometem com o cliente a acompanhá-lo no seu percurso e no seu árduo objetivo a que se propuseram atingir. A presença web e as redes sociais devem funcionar como uma tangibilização perante a restante “tribo” do alcance e evolução dos objetivos individuais dos seus membros.

 

Estamos na presença de quê? Estamos na presença de um admirável mundo novo.

 

José Machado

Diretor na ControlPlan Consulting

About the Author: José Machado

O nosso cartão de cidadão:

Nascimento: Existimos desde 2011 a fazer o que melhor sabemos;
Áreas de atuação: Estudos de mercado, merchandising e consultadoria de marketing;
Equipa: Equipa com elevada experiência nas áreas core da empresa. Possuímos ainda uma bolsa com mais de 100 colaboradores disponíveis para todo o tipo de ações com cobertura nacional;

A ControlPlan é a melhor empresa que atua na área dos estudos de mercado, tudo com o intuito de melhor conhecer e entender a vossa marca, bem como o vosso cliente e restantes stakeholders.

A ControlPlan Consulting tem sido um parceiro chave na área do marketing dos seus diversos clientes, e a sua fidelização para com a nossa empresa é prova disso. Não somos um prestador de serviços, somos um parceiro que está sempre disponível para ouvir os seus problemas, dificuldades e obstáculos. A nós compete-nos apresentar-lhe uma solução.
Gostávamos de poder contar consigo como nosso parceiro!